Polícia investiga de onde partiu tiro que atingiu menina de 2 anos no Rio

Sofia Braga foi baleada na cabeça enquanto brincava em parquinho de lanchonete.

Os investigadores da Polícia Civil querem saber de onde partiu o tiro que atingiu a menina Sofia, de 2 anos, baleada durante uma perseguição policial. Na madrugada de domingo (22), peritos da Polícia Civil estiveram na lanchonete em Irajá, na Zona Norte do Rio, onde a menina estava com a família no momento do tiroteio. Os policiais viram, o que parece ser, a marca de onde a bala passou.

As armas dos policiais militares que estavam na perseguição também foram apreendidas. Sofia foi atingida por uma bala perdida no rosto enquanto brincava no parquinho da lanchonete.

O corpo da menina foi enterrado na tarde deste domingo, no Cemitério de Irajá, também na Zona Norte. O clima antes do enterro era de revolta e indignação de parentes.

A poucos metros do cemitério, a lanchonete onde ocorreu o crime era protegida com uma viatura da PM. A área de brinquedos infantis estava às escuras e fechada.

g1

23/01/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *