Placar do Alagoano causa atentados em Maceió

hge

A final do Campeonato Alagoano na noite desse domingo (8), no Estádio Rei Pelé, no Trapiche da Barra, deixou marcas não só no gramado com as cenas de espancaria, mas também rojões em ônibus e tiroteio em praça pública, no Farol. Além disso, atentados foram registrados no Jacintinho, onde um homem foi morto a tiros e a esposa – grávida – socorrida ao Hospital Geral do Estado (HGE); já na Santa Lúcia, um jovem foi assassinado a tiros em um bar.

O primeiro caso ocorreu na Rua Solimões, na Santa Lúcia, ainda durante a tarde, quando o placar do jogo gerou uma discussão envolvendo dois homens. Segundo informações de testemunhas, um deles sacou uma arma e atirou várias vezes contra o desempregado Cláudio Henrique Pino da Silva, 28 anos, que morreu na hora. Ele estava na companhia da esposa quando foi executado. Militares do 5º Batalhão foram acionados ao local da ocorrência.

Já o segundo atentado aconteceu durante a noite, no conjunto José da Silva Peixoto, no Jacintinho, vitimando um casal. Um homem morreu ao ser atingido pelos disparos de arma de fogo e a esposa, que está grávida, foi socorrida ao HGE. Os disparos teriam partido de uma pistola calibre 22. Militares do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE) atenderam a ocorrência.

Já é notícia