Pai e mãe fazem desabafo após morte da filha baleada em Irajá

‘Perdi o meu anjo’, disse mãe de menina de 2 anos morta enquanto brincava

O policial militar Felipe de Souza Amaral Fernandes, de 34 anos, lotado no 16°BPM (Olaria), esteve na manhã deste domingo no Instituto Médico-Legal (IML), no Centro, para buscar a certidão de óbito da filha de dois anos, Sofia Lara Braga, atingida por uma bala perdida na noite de sábado, enquanto brincava na lanchonete Habib’s, em Irajá. Emocionado, Felipe contou que um bandido roubou um carro na Avenida Martin Luther King e foi perseguido pela polícia. Segundo o soldado, o criminoso fez vários disparos; um deles acabou acertando sua filha.

— Sofia era linda, alegre e inteligente. Mais do que tudo. Só trouxe alegria para mim e para minha esposa — disse Felipe. — É a cidade violenta que a gente vive, infelizmente. Está complicado.

A menina passou o dia de sábado na casa dos avós, em Niterói. À noite, Felipe buscou a família para comer na lanchonete.

— Estávamos fazendo um lanche, eu, meu pai, minha mãe e minha esposa, quando, de repente, escutamos o barulho de tiro. Reconheci logo. Levantei para ver o que estava acontecendo. As mães que estavam ao redor também foram em busca de seus filhos. Minha esposa gritava: ‘Sofia! Sofia!’. Porque ela não aparecia. Quando saíram todas as crianças, vi que realmente ela não tinha saído. Subi na grade do brinquedo e vi que ela estava lá em cima, ensanguentada na cabeça. Arranquei ela lá de cima — contou.
Felipe Fernandes foi ao IML buscar a certidão de óbito de sua filha – Guilherme Ramalho

Sofia chegou a ser levada ao Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo da menina chegou ao IML por volta de 6h. O velório será realizado ainda neste domingo, às 16h, no Cemitério de Irajá, em frente ao Habibi’s onde a criança foi baleada.

Pelo Facebook, a mãe da menina fez um desabafo.

“Deus me deu, Deus tomou. Hoje eu perdi o meu anjo. Um anjo que com 2 anos e 7 meses, me ensinou as melhoras coisas da vida. Me ensinou a amar, me ensinou a viver, me ensinou o que é ter uma amiga de verdade… Amigas para sempre, como ela mesma dizia. Ela foi o melhor de mim, era o meu grude, era a minha vida! Estou pedindo forças a Deus, e querendo acreditar que isso tudo está sendo um sonho. Espero que Deus me ensine a viver sem ela. E que, eu tenho certeza, ela está muito feliz”, escreveu.

“Ela era uma criança muito feliz, ela comemorava a vida dela todos os dias. Todos os dias cantávamos parabéns pra ela. Agora ela virou minha estrelinha, e que ela continue brilhando pra sempre, agora no meu coração. Eu te amo, minha filha, minha amiguinha!”, completou.

CRIMINOSO CAPOTOU COM O CARRO ANTES DE SER PRESO

A perseguição começou por volta das 22h, depois que o criminoso desrespeitou a ordem de parada dos policiais do 41º BPM (Irajá). O bandido envolvido na perseguição, Thiago Rodrigues dos Santos, acabou preso após perder o controle da direção e capotar com o veículo, uma Pick Up Mitsubishi L200. No acidente, um mototaxista e um passageiro também acabaram sendo atingidos pelo carro. Eles sofreram ferimentos leves e foram atendidos no local por bombeiros.

Thiago foi encaminhado à 27ª DP (Vicente de Carvalho) e depois levado para a Cidade da Polícia, no Jacaré. Com ele, foi apreendida uma pistola. A Polícia Civil afirmou, em nota, que uma perícia minuciosa foi realizada no local e que um procedimento policial foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime. Disse ainda que diligências estão em andamento para identificar e localizar o autor do disparo.

o globo

22/01/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *