MPE abre inquérito civil para investigar utilização de combustível por filhos de prefeita de Rio Largo

mariaeliza

A gestão de Rio Largo, região metropolitana de Maceió, volta a ser alvo de investigação do Ministério Público do Estado sobre suposta prática de improbidade administrativa na atual gestão, Maria Eliza Alves da Silva.

A portaria assinada pelo promotor de Justiça, Magno Alexandre Ferreira Moura, da 2ª Promotoria de Justiça, foi publicada no Diário Oficial do Estado, na edição desta terça-feira, 03.

O promotor considerou uma notícia representada pelo Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral de Rio Largo, representada por Severino Santana e Daniel José Pontes.

A denúncia versa para um suposto abastecimento de combustíveis pelos filhos da prefeita da cidade de Rio Largo em um posto de combustíveis, na cidade de Maceió.

De acordo com a denúncia, o combustível – destinado para uma empresa de limpeza urbana na cidade – eram utilizados em veículos particulares de dois filhos da prefeita.

O MPE foram intimados a prefeita do município, os filhos que supostamente foram beneficiados e os proprietários das empresas de limpeza e do posto de combustíveis.

Railton Teixeira – Alagoas 24 Horas