Mantida prisão de homem que ateou fogo no apartamento da ex-namorada no Poço

Advogado Rodrigo Monteiro
Advogado Rodrigo Monteiro

A Justiça manteve a prisão do homem acusado de atear fogo no apartamento da ex-namorada, localizado no Edifício Solares, no bairro do Poço. Rosivan Vanderlei Almeida, 38 anos, foi preso em flagrante no dia 1º de maio e teve sua detenção convertida para prisão preventiva.

O incêndio provocou a destruição total do imóvel, além de ter colocado em risco a vida dos outros moradores do prédio. A vítima, que teve o nome preservado, ingressou com pedido na Justiça pela manutenção da prisão e para o acompanhamento de um assistente de acusação.

Os motivos que levaram Rosivan a colocar fogo no apartamento não foram revelados no decorrer da investigação. De acordo com o advogado da vítima, Rodrigo Monteiro, o acusado não apresenta os requisitos legais para ter o pedido de liberdade concedido.

Monteiro acrescentou, que além de ter oferecido risco ao moradores do edifício e a vítima (ex-namorada), Rosivan responde na Justiça pelos crimes de estelionato e associação criminosa. Ele foi preso em 2012 durante a operação clone, deflagrada pelo Gecoc para prender envolvidos em esquema de clonagem de cartão de crédito.

Pelo incêndio no apartamento, o acusado foi atuado por incêndio, dano e ameaça.

Gilca Cinara – Cada Minuto