Lei Seca realiza ação Amigo da vez em bares da parte baixa de Maceió

Ações fazem parte da campanha Maio Amarelo e durante o mês inteiro foram desenvolvidas atividades para tentar promover a mudança de comportamento.

Ações fazem parte da campanha Maio Amarelo e durante o mês inteiro foram desenvolvidas atividades para tentar promover a mudança de comportamento. Lays Peixoto
Ações fazem parte da campanha Maio Amarelo e durante o mês inteiro foram desenvolvidas atividades para tentar promover a mudança de comportamento. Lays Peixoto
Com o propósito de alertar a população alagoana dos riscos de misturar bebida e direção, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL), por meio da equipe da Operação Lei Seca, em parceria com a Polícia Militar, realizou mais uma ação educativa em alguns bares da parte baixa da capital alagoana, divulgando o projeto Amigo da vez. A ação realizada pela segunda vez no Estado surgiu dentro das atividades alusivas ao Movimento Maio Amarelo, de prevenção aos acidentes de trânsito.

Conduzida pelo coordenador da Lei Seca Alagoas, tenente Emanuel Costa, a equipe explicou aos clientes dos bares visitados a finalidade do projeto e, em seguida foram até as mesas para identificar o Amigo da vez, ou seja, aquele que não ia ingerir bebida alcoólica e ficaria responsável por levar os demais do seu grupo em segurança para casa. O “Amigo da vez” foi submetido ao teste do etilômetro e, após ser constatado 0.0 de álcool no organismo, recebeu da equipe brindes da campanha Maio Amarelo.

Segundo Vanessa Oliveira, que foi submetida ao teste e escolhido para ser a Amiga da vez, a ação do Detran-AL foi bastante importante e deveria acontecer mais vezes, para tentar diminuir o índice de mortes no trânsito e, também, para tirar dúvidas sobre o equipamento e os procedimentos quando o flagrante é efetuado.

“A ação é essencial, pois realmente as pessoas não têm noção do quanto é perigo colocar a vida dos outros em risco quando bebem. Geralmente sempre sou a “Amiga da vez” justamente por isso, é uma questão de consciência. Sou bacharel em Direito e assim que saiu a Lei minha monografia foi sobre este assunto. O Detran-AL está de parabéns e sou totalmente a favor da operação” completou Vanessa Oliveira.

0528DETRAN

Convidado pelo Detran de Alagoas, a atividade educativa contou ainda com a presença do deficiente físico, André Cavalcante, que na ocasião deu seu depoimento para as pessoas que estavam presente nos bares visitados, sobre as sequelas após um acidente de trânsito, ocasionado por alcoolemia, sofrido há nove anos, no bairro da Santa Lúcia, quando teve dois membros mutilados e hoje considera-se um milagre.

“Fiquei muito feliz pelo convite para participar desta ação, estou aqui hoje como prova de um milagre e a minha missão é alertar as pessoas de como a imprudência no trânsito pode mudar nossa vida em segundos. Passei por momentos difíceis após o acidente, mas consegui me reerguer e hoje sou exemplo no esporte, sou paraolímpico e represento Alagoas por todo país. A regra é muito clara: Se beber não dirija”, destacou André Cavalcante.

A ação educativa, que também abordou alguns taxistas, peças fundamentais para segurança no trânsito, foi marcada por aplausos, o que fortalece cada vez mais o trabalho da equipe Lei Seca Alagoas, que luta todos os dias para reduzir o índice de acidentes com feridos e vítimas fatais em Alagoas.

“Estamos finalizando as ações do Maio Amarelo e durante o mês inteiro aproveitamos para tentar promover a mudança de comportamento. Entendemos que a mudança vem através da educação e fiscalização. Ações como esta serão propagadas por diversas vezes ao longo do ano para que as pessoas comecem a se conscientizar e essas ações serão realizadas não só aqui na capital como também no interior do Estado”, enfatizou o coordenador da operação, tenente Emanuel Costa.

Lais Peixoto – Agência Alagoas