IMA firma parceria para pesquisa e divulgação da flora alagoana

Professora da Ufal reconhece a importância e a qualidade do acervo do Herbário MAC para o desenvolvimento de trabalhos botânicos em Alagoas

8190821423b6ae5349e76b06feb28cec_L

Auxiliar o Instituto do Meio Ambiente (IMA) na pesquisa e divulgação da flora alagoana. Esse é o objetivo da sergipana Ana Paula Prata, botânica, doutora em Taxonomia Vegetal e professora do curso de Agroecologia no Centro de Ciências Agrárias (Ceca) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Desde março, a especialista tem realizado visitas periódicas ao Herbário MAC, do Instituto do Meio Ambiente (IMA), e pretende contribuir na produção de trabalhos sobre a flora das Unidades de Conservação do Estado. “O MAC tem muitos dados coletados. Então, o que fazer com essas informações? O meu papel agora é auxiliar na divulgação da flora do Estado”, disse.

0405-HERBARIO
Parceria vai contribuir na produção de trabalhos sobre a flora das Unidades de Conservação de Alagoas. Arquivo/IMA

Ana Paula reconhece a importância e a qualidade do Herbário MAC, considerando sua utilização essencial para o desenvolvimento de qualquer trabalho de cunho botânico em Alagoas. “É muito interessante os dados brutos do herbário para conseguirmos informatizar e direcionar essas informações para a comunidade de uma forma geral”, explicou.

Segundo a especialista, em breve haverá também uma parceria entre o Herbário MAC e outros professores do Ceca: “O trabalho integrado facilita futuras publicações”, frisou. A curadora do Herbário MAC, Rosângela Lemos, enxerga na parceria uma grande oportunidade para a formação de recursos humanos.

“Ana Paula é uma profissional com grande experiência na orientação de trabalhos florísticos e taxonômicos. Tem orientado alunos de graduação e pós-graduação em sua carreira. Tenho certeza que ela dará uma grande contribuição na formação de botânicos em Alagoas”, destacou Rosângela Lemos.

Durante dez anos, Ana Paula foi professora da Universidade Federal de Sergipe (UFS), assumindo também a curadoria do herbário da instituição. Na oportunidade, participou ativamente nas pesquisas e publicações da área, coordenando inclusive a série Flora de Sergipe (FloSe), que atualmente conta dois volumes publicados.

Elayne Pontual – Agência Alagoas