Grupamento Aéreo da Segurança Pública contará com cães farejadores

Treinamento com animais do Corpo de Bombeiros começou nesta sexta (20)

Para oferecer mais agilidade e reduzir o tempo-resposta em ações da Segurança Pública, cães farejadores serão usados em operações que envolvam aeronaves. Ascom
Para oferecer mais agilidade e reduzir o tempo-resposta em ações da Segurança Pública, cães farejadores serão usados em operações que envolvam aeronaves. Ascom

 Trabalhar com agilidade e reduzir o tempo-resposta em ações da Segurança Pública tem sido uma constante no Grupamento Aéreo. Na manha desta sexta-feira (20), a inovação é o treinamento de dois cães adestrados do Corpo de Bombeiros para adaptação nas aeronaves, uma vez que serão auxiliares em operações no interior do Estado.

Como os cães “thuca” e “scooby” desde que chegaram ao Corpo de Bombeiros, no ano passado, os cães participaram de operações levados em veículos por terra. O treinamento no hangar, espaço do Grupamento Aéreo, tem o propósito de familiarizá-los com as aeronaves garantindo a impossibilidade de problemas nos voos que necessitem de suas presenças.

“A parceria será de grande importância, já que temos operações programadas em locais distantes de Maceió e eles são treinados para encontrar drogas, por exemplo.  Além disso, os cães farejadores são trabalhados  para a localização de pessoas em soterramentos. Numa ocorrência que exija maior celeridade, dentro destas circunstâncias, eles serão nosso grande apoio. A Segurança Publica tem mais uma opção agora”, declara o coronel BM Andre Madeiro, chefe do Grupamento Aéreo.

O treinamento dos cães é de responsabilidade do major BM Roberto.

CAO_002

Dulce Melo – Agência Alagoas