Governo de Alagoas emite nota de esclarecimento sobre greve da Polícia Civil

Canal de negociação se mantém aberto

banner_policias

O Governo de Alagoas volta a se posicionar sobre a mobilização feita pelo Sindicato dos Policias Civis de Alagoas (Sindpol). Em nota oficial, enfatiza que o canal de negociação com a categoria segue aberto.

Veja na íntegra o conteúdo do comunicado:

O Governo do Estado de Alagoas reafirma o compromisso, que vem sendo honrado, de manter aberto o diálogo com os policiais civis para solucionar o impasse e encerrar a greve da categoria.

Esse diálogo inclui, como ponto principal, a transparência por parte do governo, expondo, sem entraves, as contas do Estado para que as negociações sejam feitas a partir da realidade financeira de Alagoas.

Os representantes da categoria sabem que a proposta apresentada pelo Sindicato dos Policiais Civis, que representa um reajuste salarial de 172,68%, é impraticável, sobretudo em uma situação de crise aguda que afeta toda a economia. O Estado não tem como suportar o impacto que esse percentual provocaria.

A atitude extrema tomada pelo Sindpol, de manter a ocupação do Porto de Maceió, em descumprimento à ordem judicial de desocupação, não contribui para a solução do impasse, traz sérios prejuízos à atividade econômica em Alagoas e constitui grave desobediência à Justiça. É uma forma de pressão que não pode ser aceita.

O Governo do Estado confia no senso de responsabilidade dos policiais civis e de suas lideranças sindicais. Por isso, espera que as negociações voltem a se dar em clima de normalidade, de forma madura, civilizada e com respeito à ordem pública. Este é um direito da sociedade alagoana, que aprova os avanços conquistados na Segurança Pública, e que o Governo, dentro das suas responsabilidades, haverá de garantir.

Agência Alagoas