Família acusa PM de matar romeiro e agredir idosa em Murici

romeiro

A Polícia Civil de Alagoas deve instaurar inquérito policial para investigar a morte de um homem ocorrida na noite de ontem (9) na região central de Murici, a zona da mata alagoana. A vítima, Ednaldo Gomes Romeiro, 28 anos, foi morto a tiros dentro da própria residência, localizada a poucos metros do fórum da cidade. As informações sobre o crime são desencontradas.

Em entrevista ao Alagoas 24 horas, familiares afirmam que Edinho Gomes não possuía vícios, não usaria drogas e trabalhava ajudando a mãe no mercadinho da família. Segundo uma sobrinha de Ednaldo, o tio acabara de tomar café e se preparava para ir à missa dos homens quando a residência foi ‘invadida’ por policiais militares. Pelo menos cinco viaturas teriam participado da ocorrência.

Ainda segundo a sobrinha de Ednaldo, a avó teria sido agredida e após um disparo de arma de fogo Ednaldo Gomes foi levado pelos policiais e deu entrada no hospital de Murici em óbito. A família da vítima afirma, ainda, não terem localizado alguns objetos pessoais da vítima.

Nas mídias sociais, a morte de Ednaldo provocou uma série de reações, lamentos e desejo de pesar. Ainda durante a entrevista, familiares asseguraram a idoneidade do caráter da vítima, informando inclusive que ele tinha atuação destacada junto à comunidade religiosa da cidade, inclusive integrando a associação de romeiros.

O corpo de Ednaldo Gomes deu entrada no Instituto Médico Legal Estácio de Lima, em Maceió, onde será necropsiado e liberado para sepultamento.

Claudia Galvão – Alagoas 24 Horas