Estado abre concurso de mapas de Alagoas

geoalagoas

Até o dia 30 de junho, estudantes, graduados e demais interessados terão uma oportunidade inédita de colaborar com a cartografia alagoana. É que o tradicional GeoAlagoas trará, em sua quarta edição, um concurso de mapas, em que os participantes poderão inscrever desde mapas ilustrativos a desenhos profissionais e mais consistentes, representando o território alagoano.

Os interessados em participar do concurso poderão enviar seus mapas seguindo três categorias distintas: mapas técnicos (nível profissional); mapas técnicos (nível graduando) e mapas ilustrativos (nível geral). Os participantes que inscreverem gráficos na categoria de mapas técnicos, independente do nível, deverão seguir rigorosamente os padrões da cartografia nacional.

Para aqueles que preferirem se encaixar na modalidade de mapas ilustrativos, será necessário expressar em suas ilustrações algo pertinente ao tema: “Alagoas 200 anos”, produzindo mapas  ilustrativos do turismo de Maceió,  do turismo do São Francisco, ou da história de Alagoas.

Os ganhadores receberão um certificado que comprova a sua contribuição para a cartografia de Alagoas e terão seus mapas publicados no portal de dados abertos do Estado de Alagoas, o Alagoas em Dados e Informações.

“O GeoAlagoas teve sua primeira edição realizada no ano de 2013.  Desde então, tem sido mantido, visando atender a técnicos, pesquisadores, profissionais e a sociedade em geral. Em 2016, a parceria continua e o evento toma proporções ainda maiores”, explica Lucas Cavalcante, gerente de geoprocessamento da Seplag.

Segundo ele, Alagoas tem uma grande carência de informações e dados geoespaciais, assim como uma grande deficiência de informações sobre o tema. “Isso ainda é uma realidade, que estamos tentando mudar, tendo em vista que não temos um mercado amplo dessa área, como ocorre no Sul e Sudeste. O GeoAlagoas é uma forma de dar visibilidade para o Estado, como um gerenciador desse tipo de conteúdo”, complementa Lucas.

O secretário do Planejamento, Christian Teixeira, acredita que o concurso contribui, em um nível altíssimo, para o Estado. “Os recursos proporcionados no evento contribuem para melhorar a eficiência dos serviços públicos e são de grande importância para auxiliar no planejamento estratégico de Alagoas, aumentando a eficiência da gestão territorial. É uma honra saber que somos pioneiros neste sentido. O evento é o único que trata de geotecnologia e geoinformação, atualmente, em Alagoas”, enfatiza o gestor.

O GeoAlagoas será realizado de 19 a 21 de setembro desse ano e abordará assuntos pertinentes às geotecnologias e geoinformações, além de destacar como esses elementos influenciam os diversos setores socioeconômicos do Estado de Alagoas. Idealizado pela Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), neste ano, o simpósio acontecerá no auditório do Centro Universitário Tiradentes, em Maceió.

Além do apoio do Governo de Alagoas, o IV GeoAlagoas tem como instituições parceiras o Centro Universitário Tiradentes,  Universidade Federal de Alagoas, Casa do Agrimensor, Doity,  Exército Brasileiro, Instituto Geoeduc, GlobalGeo, IBGE, MundoGeo, Selper, Prefeitura de Maceió e Universidade Estadual de Alagoas.

Além do concurso de mapas, o evento contará com palestras, minicursos e exposição de trabalhos.  Confira o site do evento:http://geoalagoas.dados.al.gov.br/ .