Empresa de extração de argila em Alagoas é multada em R$ 30 mil

Ocorrência foi registrada no município de Porto de Pedras.
Donos foram autuados por falta de licença e degradação ambiental.

O Instituto do Meio Ambiente (IMA-AL) informou nesta quarta-feira (18) que multou uma empresa de extração de argila em R$ 30 mil por irregularidades. A empresa estava funcionando em área de encosta no município de Porto de Pedras.

Segundo o IMA, uma retroescavadeira encontrada no local foi lacrada pelos agentes. Os responsáveis foram identificados na hora e autuados por falta de licença e degradação ambiental. A ocorrência foi registrada na última terça-feira (17).

O IMA explica que esta fiscalização é uma continuidade à operação conjunta com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) de fiscalização na região da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais.

Na segunda-feira (16), o dono de uma motocicleta foi multado em R$ 500 por circular na Praia de Japaratinga. Além disso, a equipe monitorou a Piscina Natural de Japaratinga, junto à prefeitura municipal, com a finalidade de demarcar os limites de acesso à região.

Um dia anterior, os fiscais multaram os responsáveis de quadto motocicletas, dois carros e um quadriciclo por trafegarem em praia.

A perspectiva é que a operação, que começou em dezembro de 2016, aconteça até o final do verão para verificar denúncias de infrações ambientais na região da APA Costa dos Corais.

Toda a operação conta ainda com o apoio do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA). Segundo Ermi Ferrari, gerente de Monitoramento e Fiscalização do IMA, como se trata de uma APA federal, a gestão é do ICMBio, mas os dois órgãos poderão fazer os procedimentos de autuação em caso de constatação de infrações.

g1

18/01/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *