Alagoas: Polícia Civil prende acusado de praticar o primeiro assassinato em 2017

Policiais de Craíbas elucidam crime em menos de 48 horas

Policiais da Delegacia do 62º DP de Craíbas prenderam Thales Victor Gomes dos Santos, 28 anos, ex-presidiário e conhecido como Talison, acusado de assassinar Claudivaldo Ventura de Farias Macedo, 35 anos, nos primeiros minutos de 2107, durante as festividades do revéillon, no centro da cidade.

De acordo como o delegado Gustavo Xavier do Nascimento, responsável pelo comando das investigações, a Polícia Civil conseguiu elucidar mais um crime de homicídio em menos de 48 horas, resultado divulgado na tarde desta terça-feira (03). No momento do crime, Thales Victor estava com a sua mulher, conhecida como Taninha.

Ele discutiu com um cunhado de Claudivaldo Ventura, por desconfiança e ciúme da mulher. Isto gerou um desentendimento entre ambos, momento em que a vítima tentou desarmar os ânimos dos dois.

Claudivaldo Ventura chegou a pedir desculpas pelo ocorrido, mas o acusado sacou um revólver da cintura e deflagrou alguns tiros no coração dele, que morreu antes de chegar ao hospital local.

Após o crime, Thales Victor fugiu a pé. No dia seguinte, ele foi procurou atendimento na Unidade de Emergência de Arapiraca com uma perna quebrada, na ocasião usou um nome falso.

Os policiais civis descobriram a verdadeira identidade do acusado e o conduziram até a delegacia. Thales Victor foi autuado em flagrante por crime de homicídio qualificado, motivo fútil e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima, com incidência da lei de crimes hediondos.

De acordo com o serviço de inteligência da Polícia civil, Thales Victor é recorrente na prática de diversos delitos no interior de Alagoas. Ele também já foi preso outras vezes e já passou por estabelecimentos prisionais como a Casa de Custódia de Arapiraca (antigo Presídio de Arapiraca) e Presídio do Agreste de Girau do Ponciano.

Thales Victor também já conseguiu fugir duas vezes do sistema penitenciário de Alagoas e pode ser considerado um dos criminosos mais perigosos do Estado.

A Polícia Civil investiga a participação de Thales Victor em outros crimes e pede para quem sabe algo que possa contribuir com esse trabalho denuncie, através do número 181.

José Nunes – PC/AL

03/01/17

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *