Crivella decreta luto de 3 dias por incêndio no Hospital Badim

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), decretou luto oficial de três dias em função do incêndio no Hospital Badim, no Maracanã, zona norte da cidade, que deixou 11 mortos na noite desta quinta-feira, 12.

Crivella esteve no local no início da manhã desta sexta-feira, 13, e afirmou que dará apoio às vítimas. O prefeito cancelou uma agenda que faria para anunciar a licitação para a nova gestão do Museu do Amanhã.

Segundo o hospital, um curto-circuito no gerador do prédio 1 da unidade de saúde provocou o início das chamas, que espalharam fumaça para todos os andares do prédio antigo. Uma pessoa teve a morte confirmada pelos bombeiros durante a noite e outras 10 pela Defesa Civil durante a madrugada e a manhã, atesta o MSN.

A direção expressou “profundo pesar” e informou que 103 pacientes estavam internados no local no momento do incêndio. Imediatamente, declarou o hospital, a brigada de incêndio iniciou a evacuação do prédio, mesmo antes da chegada do Corpo de Bombeiros.

13/09/2019