AL cresce 4,95% em número de empregos formais, com 23.683 trabalhadores admitidos

Alagoas apresenta, pela primeira vez neste ano, saldo positivo em relação ao emprego formal.  No mês de setembro, o estado teve um quadro de recuperação apontando um número de contratações maior do que o de desligamentos. Foram 23.683 trabalhadores admitidos contra 7.154 desempregados, significando um aumento de 4,95 % este ano.

Os dados foram analisados pelo Observatório do Trabalho, setor ligado à Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego, com base no relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado recentemente pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Três setores contribuíram para o resultado positivo do mercado formal no estado. O primeiro foi o da Indústria de Transformação, com saldo de 13.014 admitidos, seguido pela Agropecuária, com saldo de 2.397 admissões, e, por último, o de Serviços, com um saldo de 666 contratações.

“O saldo positivo mostra sinais de recuperação da economia alagoana, o que expressa uma tendência para os próximos meses e dá a certeza que estamos no caminho certo, investindo em qualificação e incentivando o mercado de trabalho”, declarou Arthur Albuquerque, secretário de Trabalho e Emprego.

Ele ressaltou ainda que o Governo, por meio da Secretaria do Trabalho, vem contribuindo, de forma direta, com políticas específicas para estimular e reforçar a relação institucional entre empregadores e empregados a fim de que se possa superar a crise recessiva que afeta o emprego no Estado.

“Estamos atentos a todas as variações que o mercado apresenta e cumprindo a missão determinada pelo governador Renan Filho, de minimizar os efeitos da crise para o trabalhador alagoano, oferecendo a ele oportunidades de geração de renda”, afirmou.

Ascom – 19/10/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *